Lenda do dilúvio Bororo

Lenda do dilúvio Bororo

Lenda do dilúvio Bororo

Segundo a lenda do dilúvio Bororo, alguns índios gostam de pescar construindo uma armadilha dentro do rio, assim, não precisam ficar perto e a quantidade de peixe que pegam é maior. Um dia, Brilho-dos-Olhos, um guerreiro bororo, foi ver se havia alguma coisa na armadilha. Nada de peixes. Com grande surpresa para ele, lá estava apenas um espírito amarelo, Jakomea. O índio aproximou-se com cuidado, para não fazer ruído, e flechou o espírito que, enfurecido, ordenou às águas que crescessem. Brilho-dos-Olhos prevendo o que aconteceria, pôs-se a correr. Por onde passava, gritava avisando a todos que as águas estavam aumentando e iriam cobrir tudo. Na sua oca, ele pegou uma brasa e subiu a montanha. Ninguém acreditou nele. A enchente avançou rapidamente e os homens morreram afogados. O guerreiro conseguiu chegar no cume da montanha. As águas cresciam sempre mas, atingindo o pico do monte, pararam. Brilho-dos-Olhos fez uma fogueira com a brasa que trouxera de casa. Apanhou umas pedras e arrumou-as em cima, para aquecê-las. Conforme iam ficando quentes, atirava-as n’água. A inundação recuou devagar. Quanto mais pedras ele jogava, mais as águas baixavam até que voltaram ao seu lugar. O guerreiro desceu a encosta e começou a andar a procura dos amigos. Não havia ninguém. Assobiou varias vezes sem obter resposta. Subitamente, alguém respondeu ao assobio. Era uma corça. Todos haviam morrido mesmo e ele casou-se com a corça. Tiveram uma porção de filhos: alguns tinham a cara e os pés de cervo; outros, somente o pelo do corpo era de cervo; enfim, nasceram alguns iguaizinhos aos índios. Brilho-dos-Olhos, dividiu-os em 2 grupos: os homens de um deveriam sempre casar com as mulheres do outro grupo. Esse é um hábito que os bororos ainda tem.

Lendas Indígenas – Gráfica Ed. Aquarela, SP, 1962

Lendas de SC - Lendas gauchas - Lendas do Brasil - Antropologia - Frutas - Imagens para Face - Concursos - Cenaless - Aquarismo - Ivoti - Abelhas - Vagas de emprego - Tirar manchas - Google