Lenda do tesouro da gruta do Parque das Quedas do Rio Chapecó

Gumercindo Saraiva

Gumercindo Saraiva

Contam os antigos, que durante a Revolução Federalista de 1893, um contingente de mais de 100 soldados maragatos se esconderam na gruta assombrada do Parque das Quedas do Rio Chapecó e ali esconderam ricos espólios de guerra das degolas dos Pica Paus que foram mortos durante o rumo Rio Grande do Sul para o Paraná. Gumercindo Saraiva e sua tropa fizeram uma série de ataques relâmpagos contra vários pontos do estado do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, desestabilizando as posições conquistadas pelos Republicanos.

Chegando ao Paraná, Gumercindo Saraiva e sua tropa foram detidos na cidade da Lapa, a sessenta quilômetros a sudoeste de Curitiba. Nesta ocasião, o Coronel Carneiro morreu, sem entregar suas posições ao inimigo. A resistência da Lapa impediu o avanço da revolução. Gumercindo, então impedido de avançar, bateu em retirada para o Rio Grande do Sul. No caminho de volta retornou a gruta do Parque das Quedas com um pequeno grupo de soldados para recolher os espólios de ouro e prata dos Republicanos degolados, porém, conta a lenda que ao chegarem a noite na gruta, os fantasmas dos degolados afugentaram a tropa, fazendo com que nunca mais retornassem a gruta. Gumercindo Saraiva morreu em 10 de agosto de 1894, após ser atingido por um tiro desferido a traição enquanto reconhecia o terreno na véspera da Batalha do Carovi, e com ele ficou enterrada a localização exata do tesouro dos Pica Paus.

Lendas de SC - Lendas gauchas - Lendas do Brasil - Antropologia - Frutas - Imagens para Face - Concursos - Cenaless - Aquarismo - Ivoti - Abelhas - Vagas de emprego - Tirar manchas - Google